3 comentários:
De manuelfernandes9 a 12 de Janeiro de 2010 às 02:18
Como trabalho de noite , felizmente ainda não faço parte dos dispensáveis e marginalizados sociais,e tive tempo na tarde;fui curioso tentar assistir a uma reunião na Junta de Freguesia entre a Presidente da Cãmara e os comerciantes do mercado municipal,era no horário dos serviços da junta em que qualquer cidadão podia entrar e pensei que não iria incomodar.
Fui confrontado com a seguinte situação:A reunião não era publica,era para os comerciantes e para outras pessoas que tinham sido convidadas.Só tive que sair!
Como vão longe os sonhos de Abril.Uma minoria que detém o poder vai dispensando os elementos activos da população e cá estou eu reduzido ao meu papel de consumidor a quem de vez em quanto se pede o voto que legitime a situação.Depois queixam-se de falta de solidariedade,da indiferença e passividade.
Sem qualquer hostilidade faço lembrar uma frase da própria Dra Isabel Soares ao participar numa acção de campanha do Bloco de Esquerda «A LUTA CONTINUA»
De José Paulo de Sousa a 12 de Janeiro de 2010 às 08:20
as questões erao so de manha
De manuelfernandes9 a 15 de Janeiro de 2010 às 03:35
Eu sei1Eu sei!
Mas...Tambem não fui para lá de garfo e faca!...Levava só a colher da sopa.

Comentar post