De Luís F. a 29 de Outubro de 2013 às 12:54
Em relação a este assunto tenho duas reflexões que "saltam" à frente das outras e que são as seguintes:
1) A discussão que se tem assistido sobretudo nos blogs e no facebook é feita, principalmente, por dois tipos de pessoas; as que apoiam o executivo e as que não apoiam. No final, e depois de muitas horas "perdidas" a esgrimirem os melhores argumentos "possiveis e imaginários" sob a forma de posts em catadupa (há um "amigo" de Armação de Pera que se é assim com uma feira, quando chegar à votação do orçamento não vai haver facebook que chegue...), quem apoia o executivo continua a apoiar e quem não apoia continua a não apoiar. É assim em relação à feira "franca" e será assim em relação a tudo aquilo que o executivo fará ou não, nos próximos 4 anos.
2) Incomoda-me a forma como sobretudo o Sr. José Paulo Sousa e os "anti-feira franca de 2013" (porque nas outras estavam a favor), se referem aos feirantes. Acho que alguns comentários começam a estar carregados de um teor xenófobo, altamente focado em rebaixar essa classe de comerciantes que são os "feirantes".
Mas afinal quem e o que são os "feirantes"?
Aqui é que a coisa começa a ser surpreendente porque o Sr. JP Sousa certamente não sabe que só na freguesia de Messines, entre venda de farturas, porco no espeto, enchidos, artesanato, doces regionais, bebidas e licores regionais, etc... costumam estar entre 20 e 25 comerciantes ou "feirantes" (se este termo satisfazer melhor o autor do blog), presentes nas principais feiras do Algarve e Baixo Alentejo. E sei que o mesmo se passa em S. Marcos da Serra e Silves, imaginando que nas outras freguesias também haverá o mesmo "fenómeno". Conheço pessoalmente algumas destas pessoas, de "vista" outras e, garanto-lhe que são tão "branquinhos" como o Sr. José P. Sousa e pagam IVA e os restantes impostos como qualquer cidadão.
Para além disso têm filhos na escola, colegas dos nossos, frequentam os mesmos sitios que frequentamos, são nascidos e criados na "santa terrinha"... Em suma, penso que é preferível escrever algo do gênero... NÃO APOIO NEM APOIAREI NADA DO QUE ESTES GAJOS FAZEM OU FARÃO PORQUE NÃO GOSTO DELES... do que estar a insultar pessoas, das quais algumas até conhece mas não deve saber o que fazem na vida.
De José Paulo de Sousa a 29 de Outubro de 2013 às 14:28
como vê sou muito mais tolerante e educado do o caro Luís, não pode ver em nenhum sitio do meu texto um termo xenófobo, isso será imaginação sua.
tanto me faz que os feirantes ou comerciantes itinerantes sejam brancos amarelos ou vermelhos para mim tem todos o mesmo valor, e, para terminar duas coisas numa fui favorável a feiras francas acho que tudo tem um custo e que esse custo deve ser pago sob pena de todos pagar mos por ele, finalmente também lhe transmito de viva voz não terei nunca problemas em aceitar e apoiar uma medida que considere certa e justa do executivo da Rosa Cristina, e como não sei a sua proveniência nem a sua idade (esta porque pode não se lembrar) se conhecer o Dr. . Francisco Martins pergunte-lhe como o ultimo executivo de José Viola conseguiu ver aprovado um orçamento em AM e talvez entenda que eu não tenho problemas em votar uma coisa que acho que vai ser útil para a terra onde vivo. espero que se acalme que a excitação pode causar danos irreparáveis nas coronárias .
um bom dia
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.