11 comentários:
De PINTO a 25 de Agosto de 2010 às 12:15
Mas a Escola nã gerava lucros?!!!
Expliquem lá isto...
De Fausto Cabrita a 25 de Agosto de 2010 às 12:53
Enfim!
Parece que a culpa sendo assim será de todos, menos daqueles que a geriam!!!
O que diga-se de passagem à boa maneira portuguesa, é o eterno "sacudir a água do capote"
De Edite Sequeira a 26 de Agosto de 2010 às 01:35
É engano meu, ou aquando da visita ministrial saiu um artigo na Algarve Mais onde era visível a satisfação da Direcção da Escola Profissional por poder mostrar o trabalho que ali desenvolviam?
Segundo a mesmo fonte e para o comum dos mortais, tudo correu "sobre rodas"!
De Maria Cabrita a 27 de Agosto de 2010 às 10:12
Pois é, sendo assim o Sr. . da Algarve + esqueceu-se de perguntar a opinião da Sra. Ministra!!
E pelo que se diz na vila também se esqueceu de perguntar a opinião aos ilustres convidados para essa mega recepção!!
De Preplexo a 26 de Agosto de 2010 às 07:49
Oh José Paulo, não achas no minimo estranho nem te questionas sobre se será bem assim? O dinheiro não chega só para esta escola? e chega para as outras? Ou será que não explicaram que talvez o dinheiro não chegue porque os custos estão inflacionados com o vencimento da directora - bem melhor que o ultimo teu - és mesmo otário! Com vencimentos de directores de aprivisionamento de qualidade, com vencimentos de uma tal directora financeira de uma psicologa a ser paga quando havia uma que foi posteriormente retirada pela direcção Regional pois se a escola tinha fundos para pagar uma para que estar a direcção regional a pagar?
Oh José Paulo acorda ou será que ja decidiste que te estás nas tintas cansado de seres o mau e os outros a mamar?
Acorda
De José Paulo de Sousa a 26 de Agosto de 2010 às 08:53
aos comentadores anteriores tenho a dizer o seguinte... as contas são publicas foi apresentado um resultado liquido de exercício - vulgo lucro de 125.000,00 euros, todavia foi-me dito que tal era só contabilístico que não era real! (pelo menos foi isso que entendi).
Quanto à agua do capote, não me compete a mim responder.
Quanto à Algarve +, lamento mas não posso comentar pois não sou assíduo dessa revista do que ao que julgo saber jet 7 cá da terra.
Quanto ao perplexo , só tenho a dizer da forma como me tratas deves conhecer-me, por isso e como estas aparentemente tão bem informado deves ser sócio aparece e questiona. Quanto ao facto de ser otário deixa sou mesmo assim não sei se a directora actual ganha mais ou menos que eu sei que eu ganhava o que estava estipulado e também sei que prescindi de 30 ou 40% do meu vencimento da altura para poder ter um director pedagógico a tempo inteiro, nunca pedi que me dessem uma medalha por isso, mas parece que foi o ultimo director pedagógico que a Escola teve. quanto aos outros vencimentos pois não sei não consegui nas contas que enviaram descortinar os ditos mas as acções ficam com quem as pratica. Quanto ao resto realmente já não tenho pachorra para andar a lutar contra moinhos..., mas posso só dizer isto se a Escola fecha-se comigo á frente ia ser bonito ... mas realmente já não tenho vontade de lutar contra moinhos... só me preocupam 4 pessoas que lá estão embora me sinta um pouco magoado com uma delas mas tudo passa e o tempo tudo limpa e cura.
até já!
De CN a 27 de Agosto de 2010 às 09:45
Normalmente o tempo confirma as verdades, para os que tem boa memoria.
Os que não tem tão boa memória lamentavelmente só tem o que merecem, normalmente choram sós e de arrependimento.

Vida de português

cn
De Isabel G. a 27 de Agosto de 2010 às 13:16
Não há dúvida que esta é uma grande verdade.
A mim se a memória não me atraiçoa(e por isso já fui ao arquivo do blog confirmar) foi colocado um post em nov. de 2007 sobre a escola e a nova direcção e o 1º comentário ao post seria aparentemente de alguem (tartaruguinha Touché) que conhecia muito bem as pessoas retratadas. vale apena voltar a ler para quem já não tiver memória!!
De Princesinha a 28 de Agosto de 2010 às 12:15
Que estoiro! Como é possivel mandar para o charco uma escola que funcionou bem durante anos? As pessoas, sempre as pessoas... Afinal o ex-director não é assim tão mau como o pintam, com ele a escola funcionava! Dr. José Paulo não deixe a escola sucumbir!
De ME a 30 de Agosto de 2010 às 17:16
Deprimente! esta noticia é no minimo deprimente: novas oportunidades para cá, novas oportunidades para lá, e cruzam-se assim os braços a uma situação destas? Apurar responsabilidades, é o minimo!
De PINTO a 30 de Agosto de 2010 às 18:06
O saldo contabilistico deverá ser um espelho do real, e não o contrário!!
No saldo contabilistico deverá estar mencionado todos os custos e proveitos existentes, embora todos saibamos que existem dívidas por cobrar e dinheiros por entrar (estou a falar de um saldo anual, que sem conhecimento de causa, penso ser o que existe). Se existir dividas por declarar ou dinheiros por receber, é em todos os casos, situação de incumprimento, logo não estará de acordo com a lei e deverá ser alvo de investigação pelas entidades competentes. Penso que uma instituição com 125.000,00 euros de lucro, tem de possuir dívidas também nesse valor assinaladas no respectivo relatório e contas.

Tentei utilizar uma linguagem simples para que todos entendam, embora a situação seja um pouco confusa, mas saliento que tudo terá de estar no Relatório e Contas apresentado, se neste estão lucros de 125.000,00 euros (contabilistico), então a realidade dirá que existem, agora onde está?!!-poderá estar por receber de instituições, ou ser património, ou...

Comentar post