Quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

ainda vamos sentir saudades de 2010

sente-se um mal estar generalizado, nas pessoas e nas empresas, o clima é de descontentamento, ainda não declarado, mas aquele que me mete mais receio, o descontentamento em surdina, aquele que a mais pequena e simples questiúncula, pode fazer explodir.

 

um desses sintomas é a greve geral deste mês, prevejo que vai ser uma manifestação de protesto enorme, mas para isso não necessito de ser vidente, basta ser atento.

 

esta greve geral vai ser impulsionada pelas duas centrais sindicais, coisa nunca vista nos últimos 25 anos, se a memoria não me atraiçoar, e vai ter uma adesão maciça de funcionários públicos que, erradamente, pensam ser eles os únicos e principais prejudicados com as medidas de austeridade. o que convenhamos não é verdade, pois que o sector privado esse sim esta a saque, do governo, via máquina fiscal, da banca pelo apertar, quase estrangular pela via do crédito e em dificuldades crescentes para solver o débito, via mercado em virtude das cada vez mais notórias tendências de restrição do consumo privado e do consumo publico.

 

no sector privado está a disparar exponencialmente o desemprego, com o consequente aumento de subsídios de desemprego e quejandos, só que há aqueles que estão a chegar ao fim do período em que tem direito a auferir estes, fala-se cada vez mais em pobreza escondida, em idosos, em dificuldades, em famílias a recorrer a bancos alimentares etc.etc.

 

se acham que 2010 é, foi, está a ser deprimente, esperem por 2011 e 2012 e...

 

o ano de 2011, vai ser mau, muito mau, com o iva a crescer  2% o consumo em geral vai ter tendencia a regredir, e ou muito me engano a economia vai entrar em retrocesso, com tudo o que de mau isso nos pode trazer..., sim como se espera que o País possa crescer quando os dois vectores principais, o consumo publico e o privado estão a diminuir?

 

se juntar-mos a isso a previsível ineficácia do governo para conseguir fazer poupar a máquina publica,  ao inicio da subida das euribor(s) a um a três a seis e a um ano ( se não se acreditam vejam a vossa prestação do crédito a habitação deste mês e comparem com o mês anterior), a situação vai ser bonita vai e ainda vamos ter saudades, quem diria deste ano de 2010.

 

até já!

tags:
feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 14:40
ligação do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

ainda vamos sentir saudad...

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds