Quinta-feira, 29 de Abril de 2010

Messines em movimento

A sociedade está imparavel e aqui esta mais uma exposição...

 

 

Mas antes hoje pelas 21 horas continuação da Assembleia Geral da casa do Povo para aprovação de contas.

 

Amanha pelas 22 horas tomada de posse dos novos orgãos sociais dos Bombeiros Voluntários, os da CCAM continuam à espera que um senhor administrador se dê ao trabalho de assinar o processo.

 

Até já!

 

 

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 16:34
ligação do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

Breves da Epaalg ups Francisco Vargas Mogo ... não, Portas da Serra... ufa

Com os desejos de um bom ano ...

Ontem lá se realizaram os eventos referidos no post anterior e, desses vou dar aqui a minha interpretação sempre subjectiva , sempre de quem participa , sempre de quem da a cara ...

Começou com algum atraso a assembleia-extraordinária da Associação de Ensino Epaalg (Paz à sua Alma!), pois pasme-se foram controladas as situações das quotizações e lá tiveram de ir os relapsos pagar as quotas, medida de carácter pedagógico com a qual concordo em absoluto só me parece que o timing (e à mulher de César não basta ser séria é necessário parece-lo!), não terá sido o melhor até parece que se estava já a contar os votos mas isto não é uma afirmação , uma constatação é apenas e só uma sensação.

Passou-se de imediato ao primeiro ponto da ordem de trabalhos foi apresentada uma proposta de alteração de estatutos por parte da direcção da defunta e uma que só versava um ponto apresentada em tempo útil por uma associado neste caso a CCAM. Logo se estabeleceu alguma confusão tendo até alguns dos membros da mesa sugerido através de uma teoria peregrina que se deveria votar os estatutos propostos pela direcção da defunta e no final nos outros assuntos a proposta da Associada.

Felizmente prevaleceu o bom senso e passou-se à discussão das propostas, cabe dizer que a proposta da CCAM era só relativa ao nome da Associação e pareceu a esta associada que era mais que justo dar à associação o nome de quem a sonhou, lutou por ela e a conseguiu concretizar... o nome proposto foi Associação de Ensino Francisco Vargas Mogo.

Seguiu-se uma intervenção em que foi focado por um lado que o nome até era merecido mas não para ali , para mais tarde para as calendas para a escola e não para a associação, depois que a palavra ensino poderia impedir a associação de desempenhar tarefas relevantes para a população em geral como por exemplo e exemplo único a venda de fotocópias!

Foi explicado até à exaustão que uma coisa é a actividade principal outra seriam as actividades secundárias e que desde que estivessem previstas nos estatutos e no objecto da Associação poderiam as mesmas ser exercidas, não tendo sido possível convencer as mentes pensantes a CCAM retirou da proposta a palavra ensino e propôs que o nome da Associação fosse Associação Francisco Vargas Mogo... mas alto lá poderão estes senhores , só lá estávamos dois dos três membros da direcção e desta vez, por acaso não levamos a credencial que nunca nos pedem..., até que um associado dos mais antigos resolveu a questão voltando-se para a ilustre membra da direcção da defunta e dizendo-lhe mais ou menos isto deixem-se de m.... e vamos mas é para a frente. Foi posta à votação a proposta foi aprovada por maioria mas a maioria não atingiu os três quartos por isso foi rejeitada... afinal parece que o problema não era a palavra ensino era mesmo o nome do senhor... enfim esta terra continua a não saber respeitar e honrar os poucos que da mediania e da mediocridade se elevaram enfim pra frente... posta à votação a proposta da direcção da defunta foi aprovada e temos um bebé novo Associação Portas da Serra.

 

Passou-se de imediato à discussão do segundo ponto da ordem de trabalhos as exonerações, pareceu-me lá fora estarem a colocar os madeiros para o auto de fé ... mas isto certamente não é real foi mesmo só uma sensação psicológica ... devaneios da idade enfim... tomou a palavra a directora da neófita associação e passou a expor um rol extenso de "pecados" capitais da primeira candidata a exonerada a ex- directora pedagógica ex e até agora ultima pois que depois dela a Associação ora neófita não conseguiu arranjar mais nenhuma e tiveram que optar por uma comissão pedagógica se não for este o nome que me perdoem mas são três pessoas que juntas fazem o trabalho de uma e preenchem as qualificações de uma se não for bem assim é parecido. Depois da leitura do arrazoado ia-se célere para a fogueira, perdão votação, mas e há sempre um mas, e, um associado que pede a palavra nos monentos mais impróprios com as duvidas mais estapafúrdias - eu próprio -, e questionei se os pecados ali enunciados tinham sido contra  a Associação, contra a órgão da defunta associação ora neófita ou se as pessoas tinham sido demandadas pessoalmente. É que no meu modesto entender se tivessem sido praticadas contra a associação ou contra o órgão da associação era ali o lugar certo , depois pensei mas não disse mas que pensei pensei se era coisa de galinhas fossem discuti-las para o galinheiro ou confesso que também pensei para um ringue de lama era digno de se ver, mas sobriamente disse se forem assuntos pessoais não deverão ser discutidos aqui. Lá se chegou à conclusão que tinha sido pessoalmente e por tanto não seria ali o local ideal, mas como estava agendado e ninguém teve o golpe de asa de poupar uma vergonha à direcção da neófita associação lá se foi para a votação resultado no escurinho , não do cinema como diria a rita lee mas no escurinho do voto a assembleia lá decidiu que a culpada não o era e foi chumbada proposta da direcção.

A seguir a isto o interesse apagou-se,... julgo até ter ouvido atirar-se uns baldes de agua para a fogueira mas poderia ter sido mais um aguaceiro, lá se exonerou alguém que acho que ninguém se lembrava quem era ... ainda ouve tempo para ser lida uma carta do credito agrícola a explicar à direcção da associação que os critérios dos empréstimos eram internos do crédito e não à la carte como alguns parecem querer, e finalmente uma discussão tenebrosa e estéril sobre uma amortização que não foi aceite num programa operacional, mas é aceite fiscalmente na contabilidade da associação e isto por duas razões ;

  • Primeiro a carrinha que deu azo à amortização tinha sido comprada ou oferecida pela Junta de Freguesia, Camara Municipal e CCAM.
  • Segundo tinha lá a menção à oferta.

É um problema que para mim tem facil resolução da proxima vez que a associação necessitar de um veiculo compra-o arranja dinheiro e depois pode amortizar o dito investimento ... aí não tem verbas ups.!!!

 

Fico-me por aqui, amanha ou hoje ao fim  do dia darei noticias da central de lamas , ups perdão de conbustagem de lamas de etar e residuos verdes.

 

Até já

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 08:18
ligação do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Antes do fim de semana

Depois de uma semana que não desejo a ninguém com constantes mudanças de local de trabalho, centenas, senão milhares de quilómetros percorridos cá estou de volta.

 

Em primeiro lugar quero dizer que fiz muitos quilómetros extra para poder estar presente nas Assembleias-gerais da Casa do Povo, da Escola Profissional e dos Bombeiros, e como é óbvio estarei presente na Assembleia Geral da Caixa Agrícola no próximo domingo.

 

Mas o que me trás aqui hoje é a Problemática (?) Fabrica do Inglês.

Ao que parece a Sociedade Anónima entrou em impossibilidade técnica de solver os seus compromissos, parece que já não consegue pagar nem impostos, nem encargos com a divida, nem salários dos trabalhadores, quanto mais  o capital que deve à banca.

 

Perante este cenário certamente que o conselho de administradores já detectou os problemas que levaram a esta situação, as más estratégias ou boas mas que redundaram num rotundo fracasso, e certamente que já tentou encontrar uma solução com os seus accionistas, já certamente reuniu com os credores, já certamente ofereceu garantias pessoais dos seus administradores e reforço das garantias da Sociedade... ou não.

 

É natural que para além do empreendimento privado que terá de seguir as duras leis do mercado...  se não é viável que feche, que seja vendido em hasta publica, sei lá terá a sorte que tem o comum dos mortais.

 

 

 

Mas para além disso tem algo que em termos de património deverá ser preservado o Museu da Cortiça.

 E aqui teremos que dar respostas diferentes, acho que apesar de os cofres do Município estarem sobrecarregados com o esforço da divida se deve encontrar uma solução para a salvação deste património, tão simples quanto isso, quanto ao empreendimento turístico é deixar funcionar o mercado, faliu está falido, os credores que se façam pagar da massa falida.

O Proposyta(?) de  uma entidade publica, neste caso o Município estar a intervir com injecção de fundos é estar a fazer uma de três  coisas e igualmente más;

  • Preverter o normal funcionamento do Mercado.
  • Abrir a caixa de pandora para novos pedidos sempre que uma empresa privada se encontre em apuros.
  • Apoiar o laxismo e desincentivar o aparecimento de novos projectos empreeendedores ao premitir a sobrevivencia de um projecto ao que dizem inviável.  

Até já

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 09:40
ligação do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

Messines em movimento

Breves da Epaalg ups Fran...

Antes do fim de semana

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds