Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Simbolo de respeitabilidade ou coisa bafienta

Nos últimos tempos, surgiu a discussão da gravata como símbolo  da respeitabilidade ou a gravata como símbolo de um passado bolorento e bafiento.

Sinceramente, penso que a gravata não dá credibilidade nenhuma, não dá status, não inspira confiança a ninguém, mas por outro lado, também não considero o instrumento em causa como algo bolorento e bafiento.

A gravata para mim é um estado de espírito , há dias em que me apetece mandriar pela cidade de gravata, mas também existem dias em que me apetece ir fazer uma apresentação perante duzentas pessoas de calças de ganga e barba de três dias.

Será que a apresentação feita de gravata terá um efeito mais positivo nos meus ouvintes?

 

Será que a apresentação feita de calça de ganga e barba de três dias terá menos impacto nos sujeitos a quem ela é dirigida?

 

Diz-se que há profissões em que a gravata é essencial e até há entidades patronais que a declaram obrigatória, eu por mim nunca hei-de obrigar ninguém a usar gravata, prefiro que o sujeito produza e se torne credível pelo seu trabalho e não pelo trapo de seda ou não que tem no pescoço.

Até porque há sujeitos a que por mais gravatas e laços da dita que lhes ponham ao pescoço se nota que aquilo não é deles não joga com a aparência , com a fisionomia da pessoa, como também há pessoas que não consigo dissociar do dito laço e da dita gravata.

Deixem pois o pessoal exercer a sua livre opção de usar ou não o trapo e não cataloguem o people por trazer ou não o trapo.

Já agora deixem-me dar dois vivas ...

Viva o Sporting de Braga...

Viva o Estrela da Amadora...

Até já com ou sem gravata.

 

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 14:39
ligação do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De gabriela rocha martins a 12 de Novembro de 2007 às 16:01
... e viva eu!

Comentar post

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

eu não vou pedir desculpa...

memórias (7)

memorias (6)

memorias (5)

memórias(4)

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

26 comentários
12 comentários
12 comentários
12 comentários

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds