Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2007

Bombeiros SA?

De Sandra Encarnação
Bom dia ! Então os Bombeiros têm que dar lucro?
Não sabia que agora são também S. A. .
Vamos bem...
Após, ler este comentário fiquei primeiro perplexo , depois caí na real
-" Ah claro estou em Portugal."
Neste belo país achamos que tudo é gratuito , que tudo tem de ser posto à disposição do povo, e sempre que isso não acontece clama-se em ultimo caso com a Constituição da Republica, com os direitos fundamentais com os direitos inalienáveis .
Em teoria, estou totalmente de acordo, deveria ser " a cada um segundo as suas necessidades", só que depois acordo deste torpor e sinto a diferença da teoria para a realidade que é abissal.
Voltando ao principio, não sei se Sandra Encarnação é real ou fictícia , mas existe alguém que assina assim... e é a esse alguém que eu me dirijo e ao dirigir-me a esse alguém dirijo-me a todos nós.
Como sabe cara Sandra existem corporações profissionais os habitualmente chamados Sapadores Bombeiros, normalmente pertencentes aos corpos de funcionários das autarquias locais, e os designados Bombeiros Voluntários, normalmente Associações Humanitárias sem fins lucrativos. É desta segunda qualidade de Bombeiros que eu queria falar e explicar à Sandra que os Bombeiros Voluntários não devem dar lucro mas também não devem dar prejuízo e passo a explicar porquê. 
Como certamente sabe, mesmo nos corpos de bombeiros voluntários há assalariados, única forma de na actual forma de vida se poder suprir a falta de voluntários, e estes assalariados tem todas as regalias sociais, salário, subsidio de alimentação etc. etc. trabalham 11 meses e recebem 14 como todos os trabalhadores deste país.
E que receitas tem as Associações humanitárias? Concretamente a Associação Humanitária dos Bombeiros de São Bartolomeu de Messines, tem um subsidio anual da Autarquia de Silves que para despesas correntes ronda os 100.000,00 € anuais, subsídios das juntas de freguesia de Messines, Tunes e em tempos São Marcos que juntas não atingem 12.000,00€, quotas dos associados e contributos das empresas locais que andarão por 25.000.00€, depois temos os serviços prestados aos Hospitais e aos doentes que chamam os bombeiros para transporte.
Só que, e há sempre um que..., Os hospitais que requisitam os serviços pagam com um atraso médio de sete, oito meses, a maior parte dos serviços não são cobrados pelas mais variadas razões.
E, é por isso que todos os meses quando se chega aí ao dia 25 os directores começam a inventar maneiras de se poderem pagar os vencimentos, porque os Bombeiros trabalham tem de receber, quer haja dinheiro quer não!
E. é por isso que os directores se juntam Conjuntamente  com os membros não assalariados do comando para entre si comprarem a maca articulada que faz falta segundo a lei na ambulância , mas para a qual a corporação não tem dinheiro, e para o computador, e para, e para, e...!
É com esta realidade que os Bombeiros Voluntários vivem, é com esta realidade que se tomam decisões que custam a todos, e certamente muito mais a quem as tem de tomar. Mas pode crer que antes de tomar a medida dura e difícil fizeram-se reuniões com as autarquias, Juntas e Camara , alertaram-se as entidades fazendo-lhes ver que não tinha a Associação Humanitário meios para continuar com a secção aberta, sabe qual foi o apoio? ZERO, nem um cêntimo .
Espero, cara Sandra, que entenda que as Associações Humanitárias não têm que dar lucro, não podem é gastar mais do que têm .
Mas se estiver atenta e quiser colaborar brevemente deverá estar a ser lançada uma iniciativa para tentar amenizar a situação. 
feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 08:07
ligação do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Ailéh a 1 de Fevereiro de 2007 às 12:35
A todas estas despesas há ainda que acrescentar, manutenção de veiculos, gastos em pneus, mudanças de óleo filtros que todos os veiculos têm de fazer, e muitas coisas mais ( como sabemos não são muito baratas)
E se pensarmos que poucos de nós nos associamos a estas associações humanitárias, e que só nos recordamos das mesmas quando tragédia é grande...Teriamos muito em que pensar
De gabriela rocha martins a 1 de Fevereiro de 2007 às 17:29
continuamos ,infelizmente ,com a eterna e mesquinha mentalidade do "bota abaixo".
De parentinho a 1 de Fevereiro de 2007 às 17:39
Concordo plenamente com o que foi escrito, MAS...

...Se não se pode gastar mais do que se tem porque é que os Bombeiros de Messines insistem em comprar carros, alguns desnecessários (carro de desencarceramento Marca Mercedes), e porque é que pagam ou pagavam um salario avultado ao mecanico da corporação?
De Fantasma a 8 de Fevereiro de 2007 às 09:59
´0 Parentinho então o Senhor não sabe que os carros de desencarceramento e viaturas de combate a incendios não são compradas pelas Associações, são atribuidas pelo SNBPC
vê-se logo que é mais um só para complicar..........depois pergunte-lhe se no verão tevivese em S.Marcos um desencarceramento quem é que saá com ele os idosos que se encontram aí pelas ruas..como deve saber e parece-me que você sabe algumas coisas aí em S.Marcos ninguém se inscreveu como bombeiro.olhe só houve gente nesse Quartel foi no dia da abertura para comerem e berem dessa gente está o País cheio.....
De parentinho a 1 de Fevereiro de 2007 às 18:35
Olá!
ja tinha tentado comentar mas não consegui.
se por alguma razão aparecerem 2 comentarios meus peço desde ja as minhas desculpas.
Aqui vai.
No fim deste post diz qualquer coisa sobre as corporações/associações não gastarem mais do que têm.
Ora sendo assim os responsaveis por estas instituições deviam pensar nisto antes de gastarem dinheiro.
Porque é que os Bombeiros de Messines insistem em comprar tantas viaturas algumas sem necessidade,têm 2 carros de desencarceramento que pelo menos neste ultimo verão 1 deles podia ter estado em S. Marcos da Serra e não esteve, e poque é que pagam ou pagavam cerca do dobro ao mecanico da corporação do que pagam a um maqueiro?
De cn a 2 de Fevereiro de 2007 às 00:01
Em qualquer casa de um português, minimamente orientado que não gosta de ser chamado de caloteiro. Gosta de chegar ao final do mês pelo menos com as despesas pagas. Investimentos só para melhorar um pouco o conforto, mas nos tempos que correm nem para isso. E quando vai as compra vai onde é mais barato ou então as condições de pagamento são atractivas e dá para a carteira. E cause de certeza que não vai atrás do primeiro vendedor que aparece.
Agora passando aos Bombeiros… Porque não fazem o mesmo. Porque compra o supérfluo, e quando fazem é ao primeiro vendedor. Por isso é que se vê os bombeiros todos precisar de dinheiro.
Eu sou de acordo que os bombeiros tenham uma gestão empresarial, mas que nunca tenham lucro. Por isso é que os de Silves andam a meses à procura de uma direcção e não encontram. Pois segundo parece fizeram uma limpeza dos indesejáveis e agora querem sair e não conseguem.

De Peixoto a 28 de Fevereiro de 2007 às 14:11
Caros Amigos
É com alguma tristeza que leio determinados comentarios que pretendem denegrir a imagem dos nossos bombeiros.
Os bombeiros existem para nos servir a todos sem excepção.
No meu caso pessoal posso vos relatar que fui Comandante dos Bombeiros de Messines, e que senti que agimos sempre em prol de toda a comunidade procurando sempre faxer o nosso melhor. Saudações
De Fantasma a 2 de Março de 2007 às 09:15
não faleem nome pessoal fale em nome de todos não foi só no seu tempo neste também assime mau viver a sociedade mudou muito.......... os tempos é que são outros os dinheiros acabaram, os subsidios, os dadores de donativos, os grandes beneméritos, agora são dão é confusões.
De Fantasma a 1 de Março de 2007 às 07:17
ta
De Fantasma a 4 de Março de 2007 às 15:22
Ex.mª Sandra Encarnação gostava de lhe poder explicar 2-3 situações:sabendo n ós k os bombeiros n / pagam luz, telefone e seguros e conseguem cobrar mais do k 1 taxi em serviço claro tiramdo o serviço do INEM pagos pelo estado e serviços feitos em ambulâmcias dadas pelo estado estas só pagam o combústível e aina por cima teem cartões frota c/ os quais o combustivel é + barato e ainda sendo do conhecimento geral ko INEM paga ao quartel 200€ por cada serviço prestado.Em comparação oa taxistas teem de pagar seguros ,quais nos bombeiros são pagos pela camara ,os taxistas pagam PEC´S e IMPOSTOS .o que me diz a isto?
De Fantasma a 4 de Março de 2007 às 15:33
A saida dos bombeiros tendo sido a obra feita por a população e entregue de mão beijada aos B.V.de Silves,para estes assegurarem o serviço na freguesia recebendo viaturas das quais um era um carro de desencasseramento (novo)sendo esse desviado para Silves.Eos senhores de silvesreceberam o dinheiro,levaram o carro depois vieram os de messines cheios de ideias receberam o subsidio da camara e da junta e fugiram e k se lixem os doentes!!Os B.V.M fecharam a secção de sao marcos porque nao teem meios mas dia 10 de março vão dar uma festa de arromba!è mesmo de quem não tem dinheiro espero que nõ se lembrem de vir pedir dinheiro a são marcos
De anonimo a 7 de Março de 2007 às 10:09
Quem lhe disse que vai haver festa de arromba!!!!!!!!Nem tudo o que se lê e verdade.

Comentar post

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

eu não vou pedir desculpa...

memórias (7)

memorias (6)

memorias (5)

memórias(4)

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

26 comentários
12 comentários
12 comentários
12 comentários

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds