Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

O referendo que aí vem

No próximo dia 11 de Fevereiro de 2007, os Portugueses vão pronunciar-se, novamente sobre a despenalização do aborto nas primeiras 10 semanas! A pergunta é:

«Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?».

O aborto é hoje autorizado nas seguintes circunstâncias;

Artigo 142º

Interrupção da gravidez não punível

1 - Não é punível a interrupção da gravidez efectuada por médico, ou sob a sua direcção, em estabelecimento de saúde oficial ou oficialmente reconhecido e com o consentimento da mulher grávida, quando, segundo o estado dos conhecimentos e da experiência da medicina:

a) Constituir o único meio de remover perigo de morte ou de grave e irreversível lesão para o corpo ou para a saúde física ou psíquica da mulher grávida;

b) Se mostrar indicada para evitar perigo de morte ou de grave e duradoura lesão para o corpo ou para a saúde física ou psíquica da mulher grávida e for realizada nas primeiras 12 semanas de gravidez;

c) (*) Houver seguros motivos para prever que o nascituro virá a sofrer, de forma incurável, de grave doença ou malformação congénita, e for realizada nas primeiras 24 semanas de gravidez, comprovadas ecograficamente ou por outro meio adequado de acordo com as leges artis, excepcionando-se as situações de fetos inviáveis, caso em que a interrupção poderá ser praticada atodo o tempo;

d) (*) A gravidez tenha resultado de crime contra a liberdade e autodeterminação sexual e a interrupção for realizada nas primeiras 16 semanas.

2 - A verificação das circunstâncias que tornam não punível a interrupção da gravidez é certificada em atestado médico, escrito e assinado antes da intervenção por médico diferente daquele por quem, ou sob cuja direcção, a interrupção é realizada.

                                                                                

                                                                                                ***//***

Sei que na actualidade não será uma posição politicamente correcta, muito menos cómoda ou popular, mas como já disse várias vezes não ando a treinar para um concurso de simpatia!

 

Vou votar, conscientemente, contra no próximo referendo para a liberalização total e completa da prática abortiva!

 

E voto contra por;

 

·        Porque ao contrário do que muitos pensam o aborto é legal em quatro situações, que para mim me parecem justas, humanas e suficientes.

·        Porque acredito na vida;

·       Porque acredito no planeamento familiar e na educação sexual e responsável dos jovens.

·        Porque acredito que o embrião é vida desde a concepção.

·       Porque sou, sempre fui e sempre serei contra a pena de morte.

·        Porque sou contra que as listas de espera de intervenções cirúrgicas aumentem para dar prioridade à prática do aborto.

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 01:06
ligação do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De cn a 10 de Janeiro de 2007 às 02:10
E não se esqueça que algumas senhoras, tem o seu acto de prazer, engravidam, e depois o Povo paga o aborto, ou seja o Povo paga o prazer e descuido que não o seu.
De euviumsapo a 10 de Janeiro de 2007 às 17:03
olha lá óoooo tu
ke ke tu tens que dar opinião sobre o aborto és tu que abres as pernas és?
De cn a 10 de Janeiro de 2007 às 20:18
Por acaso não abro, mas posso proporcionar para que alguém abra e alem disso vão aos meus bolsos porque alguém abre
;-)
De Ailéh a 11 de Janeiro de 2007 às 12:31
sou apenas a favor da liberdade .... e principalamente da liberdade de escolha e de opção, cada é dono de si e do seu corpo democraticamente a liberdade só existe se nos for dada .
bj
De blue a 12 de Janeiro de 2007 às 12:49
Hello any body home? Estamos no século XXI, liberdade! Cada qual deciderá o que fazer?
Esta é a minha opinião.

blue.
De cn a 13 de Janeiro de 2007 às 02:18
Tem toda a razão, vamos a umas ganzas, vamos curtir e largar uns balázios a ver se acertamos nalguns tipos. Fixe!! Vamos mutilar e violar uma tipa. Na boa Sec XXI, paz e amor.
È pá, se eu for humilhado a porta de um tribunal ou na rua. Façam um favorzinho, façam um referende a liberalizar o assassínio, a violação, e outras que tal. Estamos num pais de liberdade. Sei que posso contar com todos.

Comentar post

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

eu não vou pedir desculpa...

memórias (7)

memorias (6)

memorias (5)

memórias(4)

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

26 comentários
12 comentários
12 comentários
12 comentários

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds