Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

politicamente incorrecto

sei que o que vou escrever é, definitivamente, politicamente incorrecto, paciência porque é simplesmente o que penso com os dados que possuo, poderei com novos dados rever o que escreverei abaixo, mas agora com o conhecimento que tenho dos factos e com a arte de os interpretar que tenho é este o meu pensamento.

 

estou a falar dos "supostos" empresimos pessoais que os funcionários da alicoop subscreveram junto do BPN para injecção de capital na cooperativa?sociedade? sua entidade empregadora.

 

ao que julgo saber foram os funcionários solicitados pela administração da entidade a subscrever individualmente empréstimos cujo fim ultimo era a injecção de capitais na referida sociedade empregadora, ao que parece também existiriam garantias cruzadas ou seja os funcionários eram os mutuários, a sociedade e ou os administradores eram os avalistas.

 

se assim tiver sido não há duvidas que os funcionários em abstracto estão amarrados ao emprestimo por eles subscrito e serão eles em primeira instancia conjuntamente com os avalista e ou fiadores a responderem perante a instituição bancária... será isto justo? não estou aqui a falar de critérios de justiça, mas a analisar factos.. falasse à boca cheia em coacção , mas para variar não passa dos diz que disse, aliás não conheço nenhum processo já a correr os seus tramites que levante essa questão.

 

mas o que eu sei, apesar de não ser expert na matéria é que se o dinheiro dos empréstimos reverteu para a entidade empregadora deverão estar registados numa conta do POC chamada empréstimos de terceiros, o que coloca os funcionários na condição de credores da empresa e como tal ligados à assembleia de credores que decidiu viabilizar a empresa.

 

estarão os empréstimos contabilizados?

 

terão os trabalhadores sido informados?

 

terão os trabalhadores sido alertados para a situação isso não sei...

 

e no  meio de isto tudo já alguém indagou se sempre existem garantias cruzadas?

 

se os emprestimos estão registados?

 

acho muito sinceramente que esse era um passo muito mais importante e decisivo nesta altura do campeonato que solicitar audiências a deus e ao menino Jesus nesta altura do dito campeonato.

 

mas isto sou eu a pensar...

 

até já!  

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 13:46
ligação do post | comentar | favorito
|

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

eu não vou pedir desculpa...

memórias (7)

memorias (6)

memorias (5)

memórias(4)

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

26 comentários
12 comentários
12 comentários
12 comentários

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds