Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2010

o anacronismo do feriado de um de dezembro

hoje, para variar é feriado, num país que se reclama republicano e laico e que está à beirinha mas só lhe falta dar um pequeno passinho em frente para a  bancarrota continua alegremente a distribuir benesses feriados e quejandos.

 

queixou-se o estado, queixaram-se figuras publicas do prejuízo enorme para as contas publicas da greve geral do passado dia 24 de Novembro.

 

gritaram os do costume contra os gastos com a cimeira da nato

 

mas ninguém se questiona sobre o que se vai passar este mês, vejamos dia um feriado; quatro e cinco fim de semana; dia oito feriado; onze e doze fim de semana; dezoito e dezanove fim de semana; vinte e cinco e vinte e seis fim de semana, por acaso este ano e este mês o 25 de Dezembro é no fim de semana e o 1 de Janeiro também, senão eram mais quatro greves gerais num só mês num país à beirinha à beirinha do precipício...

 

e se vá lá o 25 de Dezembro apesar da Republica ser laica é aceite comummente por católicos e não  católicos e o 1 de Janeiro ser aceite por todos que razões há para os feriados de hoje e da próxima quarta feira? o de hoje tem a ver com algo de longínquo ocorrido em 1640 que se se perguntar à maioria dos Portugueses o que significa a maioria terá um profundo desconhecimento e até pode ser que tenha algum significado para os monárquicos, mas e para os outros? significa o quê? principalmente num país que nem sequer põe a   hipótese de se referendar a Republica ou o regresso à monárquia, feriado para quê? o de 8 de Dezembro que já foi entre nós se não me engano o dia da mãe é um feriado que terá algum significado para os católicos mas e para os outros? e lá vai mais uma greve geral!

 

continuamos a viver como antes da crise..., somos um dos países que mais feriados tem, e muitos deles sem que tenham um significado enraizado nas populações na comunidade em si, mas continuam lá, talvez comece a ser altura de se olhar para estes feriados e dias anacrónicos e se deva repensar em suprimir uns quantos, a economia e o país agradecem e talvez ai sem uns 5 feriados por ano se possa pensar em diminuir um pouco a carga fiscal que dizem?

 

até já!

 

 

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 14:59
ligação do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Princesinha a 2 de Dezembro de 2010 às 14:37
Boa tarde a todos. Este fdriado é merecido, dei-se de inovações. Se reduzir os feriados fizer diminuir a carga fiscal até poderia concordar. Como não acredito nisso, deixem-nos gozar os feriados. O gozo dos feriados não estiveram na origem da crise :)

Comentar post

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

eu não vou pedir desculpa...

memórias (7)

memorias (6)

memorias (5)

memórias(4)

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

26 comentários
12 comentários
12 comentários
12 comentários

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds