Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Estádio Municipal, uma contribuição para ...

vou escrever umas linhas sobre o assunto supra :)!!!

ontem lá estiveram os resistentes do costume a ver a união desportiva a jogar em "casa" la para as bandas de Salir, 28 km para lá 28 Km para cá ... 56 Km coisa pouca...

o resultado não foi o melhor pois a união desportiva perdeu pela segunda vez consecutiva por um a zero.

como chovia, apanhamos com ela em cima pois lá para as bandas de Salir não há nem bancadas nem cobertura.

e isto leva-me a cogitar sobre o estádio municipal de são Bartolomeu de Messines e as soluções ou não para o problema... ao que parece os serviços Municipais teriam duas soluções para a resolução do problema a saber;

  • Alargamento para o lado contrário à bancada, com a possivel eliminação da passagem que existe de passagem de peões e viaturas onde há anos existia uma passagem pedonal;
  • Alargamento para o lado da bancada, tendo esta que ser cortada...

Parece-me que nenhuma destas soluções agrada e a vox populi atira-se para um complexo desportivo novo, ora quanto a mim neste momento esta ultima posição é a que menos serve a União Desportiva Messinense, pois que;

  • Esta é a posição que nada resolve no imediato, sim porque além de não existirem terrenos no pdm que possam ser utilizados para essa finalidade já entendemos que a posição da Câmara Municipal é que o problema só poderá ser ultrapassado com a revisão do Plano Director Municipal, embora toda a gente saiba que isto não é bem verdade e que ainda há pouco a vila e freguesia de são Bartolomeu de Messines foi beneficiada com uma alteração do PDM para a instalação de uma central de Lamas, por isso e se fosse essa a posição da Câmara Municipal - ( a de não querer construir, e não me acredito que seja pois vê-se todos os dias a vontade de fazer obra na Vila e na freguesia) estava a situação resolvida não se faz porque não se pode e já que não aceitam nenhuma das outras soluções a resolução é esperar e entretanto a união desportiva vai definhando até que desaparecendo o problema desaparecerá também.
  • Mesmo que se encontra-se uma solução com a alteração do PDM, não me parece que as contas Municipais pudessem suportar uma despesa avultada para a compra ou expropriação de terrenos, lançamento de concurso , vistos do tribunal de contas, execução da obra ... tínhamos para aí um período de cinco a dez anos ...
  • Assim e, apesar de não ser a solução para o futuro, pelo menos será a solução para o próximo futuro é aceitar e pressionar por qualquer uma das soluções de alargamento, para que na próxima época futebolistica a União Desportiva possa voltar a jogar  em casa e não tenha que fazer uma temporada toda fora de portas.

Até já! 

feito, revisto e publicado por, José Paulo de Sousa às 14:17
ligação do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Princesinha a 12 de Outubro de 2010 às 20:30
Concordo que é melhor apostar na melhoria do campo existente e só não se entende porque motivo ainda não houve obras. A presidente da câmara é alérgica a Messines porque é rancorosa e age por como a maioria dos politicos. Boa sorte e lutem.
De ME a 15 de Outubro de 2010 às 11:06
Efectivamente assim é. Decorre da Lei dos Planos. A classificação do solo determina o destino básico dos terrenos, assentando na distinção fundamental entre solo rural e solo urbano.
A reclassificação do solo como solo urbano tem carácter excepcional sendo limitada aos casos em que tal for comprovadamente necessário face à dinâmica demográfica, ao desenvolvimento económico e social e à indispensabilidade de qualificação urbanística. O que é o caso!
Ou seja, se o terreno adequado à localização do novo complexo desportivo estiver neste momento classificado como rural, pode ser reclassificado em urbano.

Por sua vez essa alteração de uso do solo faz-se ao abrigo da alínea a), nº2, artº 93 do RJIGT. É apenas obrigatória uma alteração, desde que a alteração se restrinja a uma parte delimitada da respectiva área de intervenção do PDM. O que também é o caso!

Claro que a revisão do PDM também pode tratar o assunto, mas o tempo para a resolução do problema pode levar anos, enquanto que uma alteração ao abrigo da norma citada, com boa vontade politica, pode ser resolvida em cerca de 8 a 10 meses.

Mesmo assim, a ampliação do complexo desportivo actual é mais pacífica e económica... e como já não acredito em milagres, aconselho a via mais fácil,
a ampliação do complexo desportivo :)))
De José Paulo de Sousa a 15 de Outubro de 2010 às 11:12
é sempre bom ter tecnicos especializados a ler-me ...
obrigado
até já!

Comentar post

Eu


follow Jpaulosousa at http://twitter.com

O tempo na Vila

site meter

últ. comentários

É uma perspectiva interessante, da qual as pessoas...
Então aconselho que leias ao menos as seguintes ob...
...E PAGA AS PORTAGENS QUE O CONTRIBUINTE NÃO TEM ...
blabla bla...mas andaste 4 anos a comer do estado!...
Vª Exª é que se auto intitulou não fui eu ...
E um estúpido é um estúpido.
Feirante é Feirante e ponto final. Qual o problema...
José Paulo Sousa, ainda não percebeste que há uma ...
Termin7ologia do portal da empresa Qual a diferenç...
como vê sou muito mais tolerante e educado do o ca...

Recentes

eu não vou pedir desculpa...

memórias (7)

memorias (6)

memorias (5)

memórias(4)

Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

ligações

tags

todas as tags

mais comentados

26 comentários
12 comentários
12 comentários
12 comentários

Best of the best

a casa da cultura como el...

Socrates o Neoliberal

A menina que tem dois pai...

As minhas leituras (I)

pesquisar

 

Prateleira

blogs SAPO

subscrever feeds